Psicodélico: Um Relato sobre uso de Salvia Divinorum!

sexta-feira, 4 de março de 2011

Um Relato sobre uso de Salvia Divinorum!

“Fumei o extrato 10x, num bong de vidro com isqueiro maçarico. Antes estava muito nervoso, então, comecei a fazer o seguinte relaxamento: respiração profunda, visualizando o número 10, apertava as mãos e os olhos, largava enquanto mentalizava “relaxa” e ia para o número 9, até chegar no 0. Coloquei música baixa: cd do Black More´s Night, que deu um clima celta ao cenário.

Quando me acalmei bem, fumei. Deixei um bong num local próximo, mas seguro. Fiquei sentando em posição com pernas de chinês na cama e comecei a sentir o corpo diferente, uma sensação de leveza, talvez. Fechei os olhos, vi minhas mãos se multiplicando em milhares e milhares formando as formas mais lindas, lindas mesmo, túneis dançando de mãos e braços, minhas mãos e meus braços, milhares deles. E Deus estava fabricando aquele cenário do alto, a minha direita. Não o vi por inteiro, mas tinha aspecto indiano, como algumas outras coisas em torno. Minhas pálpebras ficavam pulando, como se fossem abrir ou estivessem produzindo algo, difícil explicar.

Eu tinha e não tinha controle da situação, existia uma identidade de eu, mas ao mesmo tempo deixe-me levar pela experiência. Não perdi sequer a memória, embora estivesse relativamente distante, de que eu havia usado a salvia. Ajoelhei-me e agradeci a graça que me foi concedida ainda durante a experiência. Quando senti que estava tudo diminuindo abri os olhos, mas era mais agradável mantê-los fechados por mais algum tempo.

Depois, finalmente, abri os olhos. Estava sozinho em casa, mas mantive o monitor do CPU desligado. Na internet, um amigo estava do outro lado, e manteve-se ligado para qualquer coisa, fornecendo uma proteção muito útil, inclusive para se tivesse alguma ansiedade durante ou pós o uso.

Agradeço novamente a experiência neste momento.”

Nenhum comentário: