Psicodélico: Em blog, Sting pede liberação da maconha e fim da guerra às drogas

quarta-feira, 9 de março de 2011

Em blog, Sting pede liberação da maconha e fim da guerra às drogas

Sting

"A Guerra às Drogas fracassou – mas é pior do que isso. Ela está de fato prejudicando a sociedade." Sting

O cantor britânico Sting defendeu, em um artigo publicado nesta semana num blog, a legalização da maconha e atacou as políticas de combate às drogas nos Estados Unidos.

O texto do ex-líder da banda The Police reforça o lobby pela aprovação, pelo Congresso americano, de um projeto para a descriminalização da maconha.

Para Sting, os Estados Unidos precisam "enfrentar riscos, sair da zona de conforto e explorar novas ideias" para enfrentar "o que tem sido a mais fracassada e injusta, mas ainda assim intocável questão na política: a Guerra às Drogas".

"A Guerra às Drogas fracassou – mas é pior do que isso. Ela está de fato prejudicando a sociedade", argumentou o músico.

"Os crimes violentos prosperam sob as sombras às quais o comércio de drogas foi relegado. As pessoas que genuinamente precisam de ajuda não a conseguem. Nem as pessoas que precisam de maconha medicinal para tratar doenças terríveis."

"Estamos gastando bilhões, enchendo nossas prisões com acusados não violentos e sacrificando nossas liberdades", diz Sting, para quem "as liberdades civis foram atropeladas" e "a aplicação da lei foi militarizada" em consequência das políticas de combate às drogas.

"E em troca disso tudo, a Guerra às Drogas não impediu que as pessoas usassem drogas ou que as drogas cruzassem fronteiras para serem vendidas nas ruas", argumenta o cantor.


2 comentários:

José Fonte de Santa Ana disse...

Venda de maconha, legal, bate recorde.

A venda LEGAL de maconha nos EUA bate recorde em 2010. Com prescrição de preparo de maconha em mãos, mais de vinte e quatro milhões e oitocentos mil cidadãos que vivem naquele país fizeram uso da substância em 2010. A Califórnia é responsável por 92% do mercado, que só no ano passado faturou mais de um bilhão e meio de dólares ($ 1.700 milhões).
Contraditóriamente o Brasil gasta centenas de milhões de dólares por ano, por conta da criminalização desta erva natural, a maconha, que é legal e lucrativa no país mais exigente do planeta quanto ao consumo e venda de qualquer substância em seu solo.
A lei retrógrada que criminaliza o uso da maconha no Brasil, só prejudica a si mesmo, ao seu próprio povo. Trazendo-lhe prejuízos financeiros e levando muitos cidadãos de bem ainda ao constrangimento, problemas com a justiça, prisão e morte.
Enquanto a previsão de lucro com a venda legal da maconha, veja bem, LUCRO, em 2016 nos EUA (previsão para a maioria de seus estados liberarem o seu uso medicinal) é de oito bilhões e novecentos milhões de dólares ($ 8,900 milhões) e estima-se que hoje neste mesmo país, o comércio informal da maconha fatura de 18 à mais de 35 bilhões de dólares por ano.
Não cabe mais os ainda risco ao constrangimento e prejuízo de ordem financeira e ou jurídica com as vezes prisão e morte aos cidadãos brasileiros. Isto é, como não consigo achar palavra que não arrisque ofensa, digamos, paradoxal.
Faça a sua parte, auxilie a levar a paz aos lares de milhões de famílias brasileiras se juntando aos movimentos em prol da descriminalização da maconha.
Na cidade "corrigindo" Niterói e não como estava anunciado - Rio de Janeiro, participe da Semana Verde de 07 a 14 de Abril, com palestras de Juízes, delegados, professores, médicos, cientistas e outras autoridades que defendem a descriminalização da maconha no Brasil.
Saiba mais clicando em BrasilNorml, deixando claro que meu empenho nesta causa é voluntário, sem visar qualquer ganho pessoal a não ser o que todos nós brasileiros ganhamos. O fim de um processo jurídico equivocado para os dias atuais e que só traz sofrimentos desnecessários, contrariando a própria justiça.
José Fonte de Santa Ana
Maconha legal para consumo, agentes do FBI e DEA defendem sua descriminalização.
Maconha como está não é legal. Têm que legalizar!
Maconha faz bem e o bem, também (III). Quebra dentes vitais...
Maconha faz bem e o bem, também (II). Abriu perspectia para o tratamento da obesidade.
Maconha faz bem e o bem, também. Mitos sobre a maconha.
* conheça o site da LEAP clicando aqui
* fonte: e10.net.br www.obloog.com

José Fonte de Santa Ana disse...

Maconha legal para consumo, agentes do FBI e DEA (Polícia Federal EUA) defendem sua descriminalização.
São a favor da descriminalização também da maconha, agentes do FBI, DEA (polícia federal norte-americana especializada no combate ao tráfico de drogas internacional), juízes, promotores, policiais e agentes penitenciários dos EUA. Mais de 10.000 homens e mulheres, maioria autoridades (da Lei e especialistas no combate ao tráfico) dos Estados Unidos da América do Norte, se uniram em prol também da descriminalização da maconha em uma organização educativa chamada LEAP (Em português - AGENTES DA LEI CONTRA A PROIBIÇÃO (TAMBÉM DA MACONHA)).
Porque com suas experiências no combate ao tráfico chegaram a conclusão de que a guerra contra o tráfico é um fracasso, como, mais do que isso, um desastre político. Afirmam inclusive que sabem (e sabem mais do que a maioria, porque investigam e estudam cientificamente a questão, há muito tempo) que pôr fim à proibição das drogas reduzirá mortes, doenças, crimes e dependência. Quatro tipos de danos infinitamente agravados por essa guerra.
Àqueles que não aderiram ao movimento de alguma outra entidade por falta de afinidade. Ingressem na luta da LEAP e ou de outras mais destas entidades sem fins lucrativos e apartidárias.
O importante é o nosso engajamento a favor das causas sociais, auxiliando neste caso, também famílias brasileiras que sofrem com os males vindos da proibição do consumo da maconha.
José Fonte de Santa Ana
Clique em outros dos tantos post´s sobre o tema neste Blog
Venda de maconha, legal, bate recorde.
Maconha como está não é legal. Têm que legalizar!
Maconha faz bem e o bem, também (III). Quebra dentes vitais...
Maconha faz bem e o bem, também (II). Abriu perspectia para o tratamento da obesidade.
Maconha faz bem e o bem, também. Mitos sobre a maconha.
* conheça o site da LEAP clicando aqui